Português

ok
Parque do Buçaquinho

Parque do Buçaquinho
 
40º 57’ 00,985’’N    8º 38’ 19,738’’W
 
Destaque para:
 
 Ecoturismo
 Educação e Interpretação Ambiental 
 
O parque do Buçaquinho é um espaço com uma biodiversidade riquíssima ao nível da fauna e da flora. Disponibiliza um conjunto de equipamentos que permitem atividades pedagógicas no âmbito da educação e interpretação ambiental e atividades de lazer ao ar livre. Integrado numa área de pinhal e lagoas, contempla uma cafetaria, parque infantil, jardim de plantas aromáticas, torre e postos de observação da avifauna, espaço expositivo (onde se localiza também uma sala polivalente e o Centro de Educação Ambiental),entre outros. 

 

A sustentabilidade é um dos conceitos-chave do Buçaquinho, um parque que apresenta um ambiente construído saudável, baseado na eficiência dos recursos e princípios ecológicos, tendo como meta a excelência do desempenho energético. Nesse sentido, houve uma a aposta na utilização de fontes de energia renováveis, através da implantação de geradores eólicos e painéis fotovoltaicos que convertem a energia do vento e do sol em energia elétrica.
 
 
 
 
Incorporado no edifício expositivo do Parque, o Centro de Educação Ambiental do Buçaquinho tem por objetivo primordial promover, nas crianças e adultos, a adoção de comportamentos sustentáveis para a proteção dos recursos naturais e a minimização dos impactes negativos no meio ambiente. Este espaço disponibiliza e dinamiza um programa de educação ambiental anual com atividades para públicos diversos. 

   

   

 

Situado no norte do concelho, o Parque do Buçaquinho integra a rede do património natural do concelho, em estreita articulação com a Barrinha de Esmoriz e outros espaços naturais - Perímetro Florestal das Dunas de Ovar, Ria de Aveiro, Parque Urbano, Praias - e a Rede de Mobilidade Ciclável e Pedonal do Concelho (Ecopista do Atlântico que liga as praias de Esmoriz ao Furadouro através da Estrada Florestal).
 
 
 
 
 
Com uma área de 24 000 m2, o Parque do Buçaquinho resulta da revitalização da antiga Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) Esmoriz/Cortegaça, da paisagem envolvente e da potenciação da biodiversidade existente. Essa ETAR funcionou entre 1993 e 2005, e tinha por função tratar as águas residuais de origem doméstica e/ou industrial do norte do concelho, através do método de decantação, que implicava diferentes etapas de tratamento, cada uma correspondente a uma lagoa existente.
 
 
 
 
A ETAR foi desativada Em Abril de 2005, após a adesão da Câmara Municipal de Ovar à SIMRia —Sistema Multimunicipal de Saneamento da Ria de Aveiro e consequente ligação à ETAR de Espinho.

  
Voltar à página inicial

 

  
 

 

 



Entidades Financiadoras Créditos
Comentários e sugestões: site@cm-Ovar.pt /\ Copyright © 2017 Câmara Municipal de Ovar